Saxenda: remédio promove saciedade para combate à obesidade

O Saxenda é um remédio injetável que ajuda a diminuir o apetite e a controlar o peso corporal, podendo emagrecer até 10% do peso total, quando associado a uma dieta saudável e prática de exercício físico regular.

O princípio ativo deste remédio é o Liraglutida, o mesmo que já era utilizado em alguns remédios para a diabetes como o Victoza. Este princípio ativo age no hipotálamo nos centros que controlam a fome e a saciedade mas não atua no sistema nervoso central.

O Saxenda é produzido pelos laboratórios Novo Nordisk S/A, e pode ser comprado nas farmácias convencionais com prescrição médica.

O Saxenda (liraglutide [origem rDNA] injeção) foi aprovado pelo FDA em 23 de Dezembro de 2014. Como uma opção de tratamento para controle de peso crônico, além de uma dieta reduzida em calorias e atividade física.

A droga é aprovada para uso em adultos com um índice de massa corporal (IMC) de 30 ou superior (obesidade). Ou adultos com um IMC de 27 ou maior (excesso de peso) que têm pelo menos uma condição relacionada com o peso. Tais como hipertensão arterial, tipo 2 diabetes, colesterol alto, ou (dislipidemia).

De acordo com especialistas do FDA o Saxenda, se usado responsavelmente em combinação com um estilo de vida saudável, que inclui uma dieta reduzida em calorias e exercício físico. Oferece uma opção de tratamento adicional para controle de peso crônico para as pessoas que são obesas. Ou que estão acima do peso e têm pelo menos uma doença relacionada com o peso.

O Saxenda é um péptido-1 (GLP-1) agonista do receptor do tipo glucagon. E não deve ser utilizado em combinação com qualquer outro fármaco que pertence a esta classe. Isso inclui o Victoza, que é indicado para tratamento da diabetes de tipo 2.

Apesar do Saxenda e Victoza possuírem o mesmo ingrediente ativo (a liraglutide) em diferentes doses (3 mg e 1,8 mg, respectivamente). O Saxenda não é indicado para o tratamento de diabetes de tipo 2. Como não foi estabelecida a segurança e eficácia para o tratamento de diabetes.

Quem pode utilizar

O Saxenda está indicado para o tratamento da:

  • Obesidade em adultos com IMC superior a 30 kg/m2 ou
  • Pessoas adultas com IMC superior a 27 kg/m2 com doenças associadas, como hipertensão arterial, diabetes tipo 2, dislipidemia ou colesterol alto.

Como usar

Para usar o Saxenda deve-se sempre seguir as orientações do médico, no entanto, na maioria dos casos o modo de uso deste medicamento consiste numa injeção diária de 3mg debaixo da pele do abdômen, coxa ou braço.

Efeitos Colaterais

Os efeitos colaterais graves observados em pacientes tratados com o Saxenda incluem na lista pancreatite, doença da vesícula biliar, insuficiência renal, e pensamentos suicidas.

Ele também pode aumentar a frequência cardíaca. E deve ser interrompido em doentes que tenham um aumento constante na frequência cardíaca mesmo quando em repouso.

Em ensaios clínicos, os efeitos colaterais mais comuns que foram observados nos pacientes tratados com Saxenda foram: náuseas, diarreia, obstipação, vômitos, baixa de açúcar no sangue (hipoglicemia), e diminuição do apetite.

O FDA está exigindo os seguintes estudos pós-comercialização para Saxenda:

💉 Ensaios clínicos para avaliar a dosagem, segurança e eficácia em pacientes pediátricos;

💉 Um estudo para avaliar os potenciais efeitos sobre o crescimento, maturação sexual, e o desenvolvimento do sistema nervoso central e função em ratos imaturos;

💉 Um registro de caso MTC de pelo menos 15 anos de duração para identificar qualquer aumento na incidência MTC relacionadas com Saxenda;

💉 Uma avaliação do risco potencial de câncer de mama com Saxenda em ensaios clínicos em curso.

Além disso, a segurança cardiovascular da liraglutida está sendo investigada num ensaio em andamento e os resultados cardiovasculares serão observados.

A FDA aprovou Saxenda com uma Avaliação e Mitigação de Risco Estratégia (REMS). Que consiste em um plano de comunicação para informar os profissionais de saúde sobre os riscos graves associados Saxenda.

E quando parar de tomar, o peso volta?

Para todo e qualquer medicamento para perder peso, a reposta para esta pergunta requer um pouco de moderação. A base de qualquer tratamento para perda de peso consiste em dieta para reduzir o ganho calórico e atividade física (para a aumentar o gasto energético).

Os medicamentos para perda de peso servem para auxiliar neste processo, ajudando no controle do apetite ou aumentando a saciedade. Dessa forma, o organismo recebe um apoio para realizar a redução de calorias necessária para a perda de peso.

Porém, se a base, que é a reeducação alimentar não é feita, a partir do momento em que a medicação é suspensa e voltamos a comer como antes, o peso volta a ser como antes. Funciona para o Liraglutide assim como para outros medicamentos para controle do peso.

Por mais que o Saxenda seja uma grande arma nesta luta contra a obesidade, é preciso entender que não se vence uma guerra com apenas uma arma. Se vence com uma estratégia correta: dieta correta, atividade física correta e medicamentos corretos para cada um de acordo com seu peso e suas necessidades, com avaliação médica, nutricional e esportivas adequadas.

Contra Indicações

O Saxenda está contraindicado para pacientes com histórico familiar de carcinoma medular da tireoide. Ou em pacientes com síndrome de neoplasia endócrina múltipla tipo 2.

Além disso, o Saxenda também não deve ser utilizado com remédios agonistas do receptor de GLP-1, como o Victoza.

Conheça outros remédios muito utilizados para tratar o excesso de peso:

Um comentário em “Saxenda: remédio promove saciedade para combate à obesidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *